PRINCíPIOS GESTORES E ACORDOS ORGANIZACIONAIS

CASA AMARELA – ATELIÊ COMPARTILHADO
Movimento de Ocupação de Espaços Ociosos

Princípios gestores e Acordos organizacionais

A Casa Amarela é um espaço público pertencente à cidade de São Paulo e aos seus cidadãos. Organiza-se como um Ateliê compartilhado, que reúne diversas linguagens artísticas e que cuja gestão é igualmente compartilhada. Sendo assim:

– Os artistas independentes e coletivos que tenham a intenção de ocupar a Casa Amarela – Ateliê Compartilhado, por mais de três encontros, devem participar de uma Reunião de Integração. Ela consiste em um encontro com todos os integrantes do grupo ou com seu representante para que sejam conhecidos os princípios, os modos de organização, os acordos e as tarefas a serem realizadas pelos ocupantes. Agendamentos não serão realizados antes dessa etapa.

Todas as decisões são deliberadas por meio de assembleias, que ocorrem às quintas-feiras das 19h às 22h, abertas à totalidade dos artistas ocupantes e ao público em geral. Sua participação é fundamental para a tomada de decisões democráticas.

As ações da Casa amarela – Ateliê Compartilhado estão embasadas em princípios discutidos pelo Movimento de Ocupação de Espaços Ociosos, o qual prevê a utilização do imóvel para a produção, pesquisa, oficinas, apresentações artísticas e debates que abordem questões sobre a arte, a especulação imobiliária e áreas afins, não admitindo em suas dependências comportamentos agressores, machistas, racistas, transfóbicos, lesbofóbicos, homofóbicos, xenófobos ou quaisquer comportamentos similares.

A Casa Amarela – Ateliê Compartilhado admite residência temporária para artistas do interior, outros estados ou país que desenvolvem suas atividades na cidade de São Paulo e se comprometam com as atividades organizacionais.

Todas as atividades desenvolvidas no Ateliê Compartilhado são gratuitas, salvo atividades desenvolvidas para arrecadar recursos para conservação, manutenção e limpeza do espaço.

– Ao final das atividades o artista/coletivo pode optar por passar ou não o chapéu. Caso seja feito, o valor será destinado à manutenção da Casa Amarela – Ateliê Compartilhado.

O Movimento de Ocupação de Espaços Ociosos tem posicionamento definido à esquerda, portanto: coloca-se em apoio aos movimentos sociais e suas legitimas reivindicações – desde que não conflitem com os princípios do Movimento e qualquer apoio a estes movimentos sociais devem antes ser deliberados em assembleias.

Em virtude de o imóvel ser um patrimônio histórico tombado, é absolutamente proibido realizar modificações em sua estrutura (colocar pregos, pintar paredes, transitar com excesso de peso sobre escadas de madeiras, arrastar materiais… etc.).

Os artistas ocupantes (grupos ou criadores individuais) se comprometem a participar da gestão compartilhada. Trata-se de realizar atividades de conservação, manutenção e difusão da Casa Amarela – Ateliê Compartilhado, podendo escolhê-la de acordo com sua preferência e/ou disponibilidade. Essas tarefas são realizadas em Comissões que estão estruturadas da seguinte forma:

– Comissão de Contrapartida:
Responsável por organizar e agendar: limpeza em áreas coletivas, plantões na portaria (segurança), além de supervisionar o comparecimento ou não dos artistas nos espaços por eles agendados. E-mail: atelie10@gmail.com Os ocupantes que precisam utilizar os espaços da Casa Amarela por mais de três encontros devem contribuir em dois seguimentos:

1. Limpeza:
a) A limpeza deverá ser realizada nas áreas coletivas (banheiros, corredores, áreas externas), preferencialmente uma vez por semana, por um ou mais integrante do grupo.
b) Independentemente das limpezas em áreas coletivas, a limpeza do espaço utilizado para a sua atividade deverá ser realizada no início e no final de sua atividade, independente de seu estado de limpeza prévio.
c) Aceitam-se doações de produtos de limpeza (água sanitária, papel higiênico, sabonete, panos de chão), de lâmpadas e de alimentos, respectivamente para a manutenção do imóvel e consumo dos ocupantes que realizam plantões na Casa Amarela – Ateliê Compartilhado.

2. Segurança:
a) Plantão na portaria da Casa Amarela – Ateliê Compartilhado para receber o público e orientá-lo quanto ao funcionamento, organização, inscrição de atividades e visitação.
b) O período no qual a portaria funciona é das 10h às 22h e, dentro dele, o ocupante pode selecionar o horário no qual esteja disponível para colaborar.
c) Entre 22h e 10h existe grande carência de ocupantes no imóvel, portanto caso possa passar a noite no imóvel, será de grande colaboração.
d) Para atividades que precisem ser iniciadas antes das 10h, é necessário que um representante do grupo ou artista independente pernoite na Casa Amarela para abrir o portão e receber os integrantes. Importante trazer colchonete e, caso possível, aproveitar para fazer plantão na portaria.
e) Em dias de eventos (apresentações, festas culturais, temporadas com grande número de integrantes e de público) existe grande carência de ocupantes para organização e orientação dos artistas e público. É de extrema importância que os ocupantes, percebendo essa carência, se candidatem para contribuir nesses eventos.
f) Os grupos e artistas ocupantes que estão utilizando a Casa Amarela devem agendar suas contribuições para a limpeza e portaria com Isaur e Vanessa pessoalmente ou por e-mail: atelie10@gmail.com O não cumprimento com essas contrapartidas implicam em agendamentos futuros.
g) A partir do segundo mês de agendamento, o grupo ou artista ocupante deverá integrar uma das Comissões de Organização da Casa Amarela, bem como participar das Assembleias. Sem essas contrapartidas não serão realizados agendamentos futuros.
É importante salientar que, ao sair de uma das comissões, o ocupante deve oficializar a sua saída e, preferencialmente, apresentar e treinar outro ocupante para assumir as suas atribuições.
Afora as comissões que mais precisam de contribuições, o ocupante poderá também participar nas demais comissões a seguir:

– Comissão de Comunicação e Divulgação:
Responsável pela administração de contas e senhas eletrônicas (Faceboook, Instagram, Twitter, Youtube) e pela postagem de conteúdos relacionados à difusão e à divulgação de atividades.
a) O grupo ou artista ocupante é responsável pela divulgação de seu evento e, caso tenha interesse que divulguemos em nossas contas eletrônicas, deverá enviar material (flyer, foto com boa resolução e crédito do fotógrafo) para ateliecompacomunica@gmail.com com antecedência de 5 dias.
b) Em todos os materiais de divulgação é necessário citar as informações:

Ateliê Compartilhado – Casa Amarela
Movimento de Ocupação de Espaços Ociosos
Rua da Consolação, 1075 – Centro – SP.
www.facebook.com/ateliecompartilhado
www.ateliecompartilhado.wordpress.com

c) É importante que os ocupantes divulguem também em suas páginas particulares as atividades da Casa Amarela – Ateliê Compartilhado, repassando os materiais para os seus contatos.

– Comissão de Programação:
Responsável pela organização, distribuição de espaços e agendamento de atividades. Contato: casaamarela1075@gmail.com
a) Para toda e qualquer atividade é necessário o preenchimento de fichas de inscrição, divididas em atividades abertas ao público (a ficha de inscrição está disponível em www.ateliecompartilhado.wordpress.com) e atividades fechadas ao público (nesse caso, a ficha de inscrição deve ser solicitada, via email).
b) As fichas de inscrição são obrigatórias porque é a nossa fonte de dados para a constituição do Memorial de Atividades. Este documento servirá como registro e comprovação da realização de atividades na Casa Amarela – Ateliê Compartilhado em caso de petição de reintegração de posse do imóvel público.
c) Os agendamentos serão realizados com, no mínimo, 10 dias de antecedência do início das atividades. Ao confirmamos um agendamento, o solicitante deverá responder o e-mail em até três dias úteis. Haja vista a grande procura de espaços, passados três dias e não obtendo resposta, o espaço será cedido para outro solicitante.
d) Atividades fechadas ao público. É imprescindível que, pelo menos uma vez por mês, o coletivo abra as portas do seu processo de criação ao público. Um dos princípios do Ateliê Compartilhado é estabelecer diálogo direto com a comunidade. Pode-se apresentar qualquer atividade ou etapa do processo de criação: leitura, treinamento, debate temático, discussão do processo, rascunhos de cenas, ensaio aberto, material cênico integral etc.
e) As atividades abertas ao público. Ao serem agendadas, as atividades serão divulgadas automaticamente na Rede Catraca Livre e no Google Agenda e poderão ser acessadas em: https://ateliecompartilhado.wordpress.com/agenda-programacao/ Se, por motivo de força maior, houver cancelamento da atividade, um representante do grupo ou artista independente deverá dar plantão na portaria para receber e informar ao público o motivo do cancelamento.
f) A confirmação de agendamento, enviada por email, deverá ser impressa e apresentada toda vez que o grupo ou artista independente for utilizar os espaços da Casa Amarela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s